A Bíblia nos instrui a ter uma fé infantil?

Question: “Será que a Bíblia nos instrui a ter fé infantil?”
Resposta: Inquestionavelmente, a fé é a essência da vida cristã. A fé é exortada através da Bíblia e é apresentada como uma necessidade absoluta. De fato, “sem fé, é impossível agradar a Deus” (Hebreus 11:6). O capítulo inteiro de Hebreus 11 é sobre a fé e aqueles que a possuíam. A fé é um dom de Deus, como vemos em Efésios 2:8-9, e não algo que nos ocorre por nós mesmos. Todos os cristãos receberam o dom da fé de Deus, e a fé é parte da armadura de Deus – o escudo com o qual nos protegemos das “flechas flamejantes do maligno” (Efésios 6:16).
A Bíblia nunca nos exorta a ter uma fé “infantil”, pelo menos não em tantas palavras. Em Mateus 18,2 Jesus diz que devemos “tornar-nos como criancinhas” para podermos entrar no reino de Deus. O contexto da afirmação de Jesus é a pergunta dos discípulos: “Quem, então, é o maior no reino dos céus? (versículo 1). Em resposta, Jesus “chamou uma criancinha para ele, e colocou a criança entre eles”. E ele disse: “Em verdade vos digo que, se não mudardes e não vos tornardes como criancinhas, jamais entrareis no Reino dos céus”. Portanto, quem tomar a posição humilde dessa criança é o maior no Reino do céu. E quem acolhe uma criança assim em meu nome, acolhe-me””. (versículos 2-5).
Então, enquanto os discípulos se concentram no que constitui “grandeza” no céu, Jesus oferece uma nova perspectiva: o caminho “para cima” é “para baixo”. A mansidão é necessária (cf. Mateus 5,5). Jesus exorta os discípulos (e nós) a buscar possuir uma modéstia infantil, além de sua fé. Aqueles que de boa vontade tomam a posição mais baixa são os maiores aos olhos do céu. Uma criança pequena é desprovida de ambição, orgulho e altivez e é, portanto, um bom exemplo para nós. As crianças são caracteristicamente humildes e ensináveis. Elas não são propensas ao orgulho ou à hipocrisia. A humildade é uma virtude recompensada por Deus; como Tiago diz, “Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos levantará” (Tiago 4:10).
Embora a fé não seja mencionada em Mateus 18:1-5, sabemos que não é apenas a humildade que conduz uma pessoa ao céu; é a fé no Filho de Deus. Uma fé humilde e despretensiosa poderia justamente ser chamada de “fé infantil”. Quando Jesus quis abençoar as crianças, Ele disse: “Que as criancinhas venham a mim, e não as impeçam, pois o reino de Deus pertence a tais como estas. Em verdade vos digo que quem não receber o reino de Deus como uma criancinha nunca entrará nele” (Marcos 10:14-15). Como é que uma criança recebe um presente? Com abertura, honestidade e alegria desenfreada. Esse tipo de autenticidade feliz deve ser uma marca de nossa fé ao recebermos o dom de Deus em Cristo.
De fato, as crianças são facilmente enganadas e desviadas. Em sua falta de arte elas tendem a sentir falta da verdade e a ser atraídas por mitos e fantasias. Mas não é isso que se entende por ter uma fé infantil. Jesus promoveu uma fé humilde e honesta em Deus, e Ele usou a inocência de uma criança como exemplo. Emulando a fé das crianças, nós devemos simplesmente tomar Deus em Sua Palavra. Como as crianças confiam em seus pais terrenos, devemos confiar que nosso “Pai no céu dá bons dons àqueles que lhe pedem” (Mateus 7:11).

Deixe um comentário