Viajando com Depressão: 12 Dicas para uma Viagem Melhor

Você está ansioso por suas férias há meses – mas alguns dias depois de sua viagem, você se sente cansado e apático, sem a energia ou entusiasmo para sair e explorar. Você não quer fazer nada, você não quer interagir com ninguém, e é preciso tudo o que você tem apenas para sair da cama. Para pessoas que viajam com depressão, este cenário pode soar desconfortavelmente familiar.

Se isso acontecer, você não está sozinho. A depressão é um dos problemas de saúde mental mais comuns, afetando mais de 300 milhões de pessoas em todo o mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Isto inclui muitos viajantes. “Os problemas de saúde mental estão entre as principais causas de doença entre os viajantes”, observa a OMS, “e a ‘emergência psiquiátrica’ é uma das razões médicas mais comuns para a evacuação aérea, juntamente com lesões e doenças cardiovasculares”

Se você está lutando contra a depressão, isso não significa necessariamente que você não possa viajar, mas talvez você precise tomar um pouco mais de cuidado e preparação para garantir que sua viagem transcorra sem problemas. As seguintes dicas podem ajudar a tornar a viagem com depressão um pouco mais fácil.

Avalie-se Honestamente Antes de Viajar com Depressão

Antes de reservar qualquer voo, verifique se você está realmente pronto para sair de casa. “Certifique-se de que sua depressão está bem controlada”, aconselha a Dra. Sarah Kohl da TravelReadyMD. “Normalmente isto significa que não há mudanças de medicação ou surtos nos últimos três meses.” Se você consultar um médico ou terapeuta para sua depressão, ele ou ela pode ajudá-lo a avaliar sua aptidão para viajar.

Deixe um comentário